Parabéns

Parabéns
Participem com contos, sugestões e fotos para incluir no nosso blog. Podem enviar para o nosso contacto : pontoerotyco@gmail.com - vamos chegar às 400 000 visualizações

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Várias tipos de vulvas - Bucetas

 
 
Existem vários tipos de vulvas com suas aberturas vaginas diferenciadas.
 
 
video
 
 
E a sua qual ? Deixe nos comentários.

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Prazer nas suas mãos





Poucas percepções físicas são tão intensas e prazerosas quanto um orgasmo: as ondas de calor, os tremores involuntários que fazem arrepiar até o pelo mais fininho da nuca, a vontade de gritar... ai, ai.
Imagine se você pudesse experimentar esses segundos de deleite desde o dedo mindinho dos pés até o último fio de cabelo.
Os cientistas juram que qualquer mulher pode conseguir a proeza mas não sem antes treinar muito.
É preciso estimular as terminações nervosas de diferentes partes do corpo, deixando-as mais sensíveis. Quando você chegar ao clímax, o prazer irá se espalhar.


Banhoterapia

Dispense buchas e até o contato direto do sabonete com a sua pele. A ordem é usar só as mãos para massagear o corpo.
Regra básica: resista à tentação de iniciar uma masturbação.
Explore regiões próximas aos mamilos, vagina e ânus. Aplique o sabonete nas mãos e inicie uma massagem. Algumas pessoas se excitam mais rápido olhando os movimentos. Para outras, é mais sexy relaxar por completo, mantendo os olhos fechados. Veja qual é seu caso e torne-se adepta.

Sexo na cabeça


Fique apenas na fantasia.
Quando imaginamos uma sensação, nosso cérebro consegue transformá-la em percepção física.
Você pode até estar nua e deitada na cama. O enredo erótico na sua mente não deve sair de lá.
Nada de toques nos seios ou clitóris. Esteja atenta a todas as sensações: um arrepio ou alguma parte do corpo esquentando. Aos poucos você sentirá uma onda de calor se espalhar.


Espelho, espelho meu


Quando estiver craque na técnica anterior, imagine uma cena de sexo que a excite. Só que diante do espelho, nua.
Explore a visão de cada detalhe do seu corpo. Vá se acariciando e ajustando os movimentos de acordo com a sua cabeça.

Várias sensações, um só orgasmo

 Não importam os meios: penetração, masturbação, sexo oral, massagem tântrica... O clímax é o mesmo.
 No passado, Sigmund Freud declarou que existem dois tipos de orgasmo: o vaginal, obtido por meio da penetração, e o clitoriano, para as mulheres que só conseguiam chegar lá com masturbação ou sexo oral.
 Errado Já é consenso entre os especialistas que o pai da psicanálise estava errado. Diferentes tipos de estimulação podem levar a orgasmos mais ou menos intensos. Mas o que acontece no organismo é igual. E o clitóris é sempre o responsável pelo "big O". Com ou sem penetração.

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Sexo anal ajuda orgasmo feminino ....





O Centro de Promoção de Saúde Sexual da Universidade do Indiana, conduziu um inquérito a nível nacional sobre saúde e comportamentos sexuais.


Os investigadores queriam apurar qual a melhor e a mais eficiente maneira da mulher atingir o orgasmo durante as relações sexuais.


Com os resultados do inquérito, é através do sexo anal - 94% das inquiridas que o praticam afirmam atingir o clímax.

Segue-se o sexo vaginal e, em terceiro lugar, o sexo oral.


No entanto só 31% das mulheres questionadas disse praticar sexo anal.



Os investigadores concluem que as mulheres que praticam sexo anal estão mais abertas a novas experiências, mais disponíveis e relaxadas durante a relação sexual.


Ainda, o estudo apurou que os homens acham que a parceira atinge o orgasmo 84% das vezes.

Quando na realidade as mulheres disseram chegar ao climax apenas 6 em cada 10 vezes que fazem sexo (64%).

O estudo envolveu 5865 pessoas, com idades compreendidas entre os 14 e os 80 anos.

terça-feira, 19 de abril de 2016

Dormir nu faz bem a saúde


Os especialistas concordam: dormir sem roupa traz mais felicidade, melhora a qualidade de sono e... garante mais sexo.


Areja as parte intímas: os genitais (especialmente a vagina) são propensos à acumulação de bactérias e fungos. Usar pijama e/ou roupa interior não deixa os genitais “respirarem” .



Vai sentir-se mais sexy: acordar sem pijama põe-no automaticamente num estado mental mais sexy e confiante. Acordar de manhã nu e ao lado da sua cara-metade aumenta os níveis de autoconfiança


Reduz a barriga: durante o sono, os níveis de cortisol descem para depois os voltarem a subir, em preparação para a manhã


Vai ter mais sexo: é lógico. Dormir nu encoraja ao sexo e relações com mais sexo são naturalmente mais felizes.



Além de contribuir para a intimidade do casal, dormir sem roupa pode ser uma boa forma de prevenir doenças, melhorar a auto estima e até de emagrecer.



Reforça a autoestima. Quando foi a última vez que se viu, com atenção, enquanto estava nu? Dormir sem roupa pode ser “uma boa técnica para aprender a sentir-se confortável com o seu corpo


Melhora a sexualidade e a intimidade. Quando dorme sem roupa, em casal, “as probabilidades de que os toques e as carícias casuais se tornem sensuais são bastante altas”, sugere a sexóloga.



Reduz o risco de diabetes. Um estudo publicado no Diabetologia Jounal sugere que dormir poucas horas ou dormir mal pode levar a um aumento dos ácidos gordos no sangue.


No caso do sexo masculino, diz o médico Brian Steixner, a proliferação bacteriana – provocada pelo suor e pelo calor causado pela cueca ou pelo boxer – pode ter consequências a nível de fertilidade.