Parabéns

Parabéns
Participem com contos, sugestões e fotos para incluir no nosso blog. Podem enviar para o nosso contacto : pontoerotyco@gmail.com - vamos chegar às 400 000 visualizações

terça-feira, 27 de novembro de 2012

O FETICHE DOS ÓCULOS

Um fetiche de muitos homens é fazer sexo com uma mulher com óculos. Tenho um amigo que tem o maior tesão nisso. Deixo aqui umas imagens e uns vídeos, para os leitores que têm essa tara ou fantasia. Espero que gostem!

video


video


video


video




















sexta-feira, 23 de novembro de 2012

MUDANDO DE CENÁRIO- PARTE 1


Olá, queridos leitores.
Uma grande maioria de nós está numa relação com alguns anos, por vezes bastantes mesmo. E sabemos que com o passar nos anos, o sexo vai entrando um pouco na rotina. Cabe a nós usar a imaginação para apimentar a relação e não deixar o sexo arrefecer…
Muitas vezes basta mudar o local onde se faz amor, sair do quartinho básico, para animar as coisas… e deixar o outro com mais vontade…
Ficam aqui algumas sugestões para saírem da rotina… usem e abusem delas!


1ª- BANHEIRA


Encha a banheira com água quente, coloque um pouco de gel para fazer espuma e convide-o para tomar um banho consigo. Vá lavando o corpo dele, primeiro com a esponja, depois com as mãos… esfregue os seios no corpo dele… vai ver que isso vai deixá-lo animado… abuse das zonas erógenas e divirta-se. Existem muitas coisas que se podem fazer dentro de uma banheira, descubra-as…




video


2ªCOZINHA

Prepare um bom pequeno-almoço, vista uma roupa bem sensual e chame-o à cozinha. Deixe previamente uma parte da bancada ou da mesa livre. Provoque-o… um roupão semiaberto, deixando ver uma camisa de dormir sensual por baixo é uma boa proposta. Sente-se na mesa, ou na bancada… deixe de cair um pouco de comida nos seios, acidentalmente… seja ousada e vai obter o resultado desejado.


video


3º-ESCRITÓRIO
Se a sua cara metade trabalha num escritório com gabinete privado, porque não surpreendê-lo um dia? Não arriscando demais, claro, mas pode ir lá provoca-lo no ambiente que costuma ser somente para trabalho. Isso vai deixá-lo bem animado, de certeza. Vista um casaco comprido ou gabardine, sem nada por baixo e faça-lhe uma visita. Pode até nem dar para consumarem o acto ali, mas umas provocações discretas, com a promessa de terminarem o que começaram ali, em casa, mais tarde vai deixá-lo com vontade de sair correndo. Quem sabe até consegue dar-lhe uma chupadinha por baixo da mesa de trabalho ou até trancarem a porta e fazerem amor bem gostoso?? Vale a pena tentar…

video


4ª- CARRO
Leve-o para um passeio de carro no campo, em áreas com muito transito e surpreenda-o. Quando ele menos esperar leve a mão por cima da calça dele e comece a acariciá-lo. Quando ele estiver excitado, abra o fecho da calça e tire o pau para fora, masturbe-o um pouco e mande ele reduzir a velocidade. Desça a boca e brinque com ele, chupe-o bem gostoso. Aposto que ele vai ficar ansioso para procurar um recanto escondido para terminarem a brincadeira.

video



5ª AR LIVRE

Nada como fazer um picnic num dia bonito, no meio da Natureza. Escolha um local sem pessoas e dê asas à imaginação. Fazer amor ao ar livre, só ouvindo o barulho dos passarinhos ou de um riacho a correr, faz-nos sentir libertos, soltos. Arrisque! 


video



terça-feira, 20 de novembro de 2012

DEPOIS DO VERÃO


AUTOR  - ANJO CARINHOSO

Depois do verão, as ferias já terminadas … a moleza do corpo às vezes aperta e não apetece fazer muita coisa.
O apetite de ir almoçar a casa não era nenhum.
Telefonei para casa, a informar que não ia almoçar que ia com um colega ao centro comercial comer alguma coisa. Arranjei esta desculpa para estar um pouco sozinho.
Sai do trabalho, fui em direcção a um centro comercial enorme aqui na cidade e sentei-me e tomei um café. Adoro café …  por dia, tomo 6 cafés.
A vida no centro comercial e as pessoas andar de um lado para o outro…  por vezes gosto de estar no meu canto e apreciar a agitação das pessoas… as  suas expressões e gestos.
A uns 300 metros vejo 2 malucas a rir e saltar e fazerem gestos estranhos. Deixo- me estar sentado e olho com mais atenção.
Meu espanto………….
Era a Cristiana mais a sua amiga, que estavam malucas…. Elas vêm em direção a mim, muito contentes…. e o mais estranho, a  Cristiana vem me cumprimentar.
Levanto da cadeira e dou 2 beijos a ela e apresenta-me a sua amiga Ana. Convidei-as para tomarem algo e elas nem me deixaram acabar de falar, já estavam sentadas feitas umas princesas. Tomaram café e eu outro café, para fazer companhia.
- Como vais Cristiana? Hoje não trabalha, a menina?
-Tiramos a tarde de folga para umas compras. A Ana amanhã faz anos e vamos fazer um jantar em casa dela.
- Muito bem. Fizeram bem em não guardar nada para o último dia. Pena que não lhe posso desejar amanhã os parabéns e muito menos desejar antes do tempo que dá azar.
- Não tem mal . Anota aí o meu número e o da Ana.
Pela primeira vez tenho o número da Cristiana. Há muito que ansiava tê-lo. Amanhã, com cuidado, vou mandar uma mensagem à Ana, a desejar os parabéns.
Olho para o relógio e falta meia hora para eu ir trabalhar. Não tive a sorte delas. Sem intenção  perguntei aonde iam, ou se queriam mais alguma coisa. E a Ana responde:
- Temos que ir a uma loja, comprar uma peça de roupa e depois iremos para casa, adiantar a festa.
Responde a Cristiana:
 – Anda!.. vem connosco, para dares a tua opinião.
E fomos os três. Não sei o que se passa com elas. Sempre a sorrir de malandras, algo se passa e eu tenho que descobrir.
Entramos numa loja de roupa e elas vão olhando, tiram uma peça aqui outra acolá e a Cristiana diz que vai experimentar a roupa , ficando eu só a Ana.. é  o meu momento de poder ver as curvas da Ana, toda torneada e com uns seios grandes.

Ouço alguém a chamar-me. Cristiana está a chamar do provador, para ir la.
- Entra querido…

Sem dúvida, fiquei surpreendido pela expressão dela e de me chamar para entrar. Ela estava linda, com um vestido vermelho, parecia que dava luz. Perguntou-me se lhe ficava bem e eu concordei. Deu-me um enorme beijo húmido. Eu agarro-a e beijo-a loucamente e manda-me parar. Ela tira o vestido e fica só de roupa de interior. Nunca tinha visto aquele corpo assim.
Desaperto o soutien e vou beijando e lambendo os seus seios … humm… uma loucura total de desejo e tesão percorre todo meu corpo. Vou descendo e chego à sua borboleta toda depilada, nunca tinha sentido a sua borboleta assim.
Abaixo-me um bocado e começo a lamber… ela vai gemendo baixinho, para não sermos ouvidos … estamos numa cabine de provas.
É uma loucura total. Viro-a e meto por trás, ela geme loucamente de desejo… dou umas bombadas bem fortes e sinto todo o seu prazer a escorrer no meu pau.
Só dou conta de onde estou, quando a Cristiana se vira e diz à Ana para entrar…  surpresa minha, a Ana estava a ver tudo sem nos avisar e mordia os lábios.
- É todo teu agora, Ana…. Aproveita mas não abuses, porque é todo meu … é a minha prenda de aniversário.

Ana, sem dizer nada, entra, ajoelha-se e começa a lamber meu pau … estava todo húmido e ainda com o prazer da Cristiana. Chupa como ninguém me tinha feito e vou às nuvens. Não sei como ela conseguiu meter todo dentro da sua boca.
Dou um enorme suspiro e venho-me dentro daquela boca maravilhosa, divinal.
 Ela engole todo o meu leitinho, sem deixar cair no chão. E dá-me um beijo na boca, de satisfação.
- A menina Ana já terminou o seu trabalho?- Pergunta a Cristiana.
- Obrigado, querida, pelo presente. Estava delicioso. Mas queria mais…
- Por hoje já chega, amiga … quem sabe noutra altura… mas nada de abusares.
Eu estava a tentar vestir-me e recompor-me , ela pega na minha mão para eu parar e ela abaixa e da uma lambidela e beijo no meu pau, para sentir todo o meu prazer. Dá-me uma enorme lambidela na boca e ajuda-me a vestir, com alguns apalpões no meu corpo.
Saímos da cabine de provas e elas vão para a caixa pagar as compras e nos despedimos dentro da loja.
- Desejo te muitas felicidades Ana, para amanhã… porta-te bem. (dou-lhe dois beijos )
- Porta-te bem, querida. Cuidado não abuses muito, fico a tua espera. (dou dois beijos na Cristiana, no rosto)
Vou direto para o carro, a pensar nesta aventura e loucura, feita em público. A paixão, o desejo e o amor nos liberta de alguns princípios e provoca em nós loucuras, sem pensarmos nas consequências.
Será que vai haver novo encontro? Tenho que estar preparado. Aquelas duas vão me matar…


quarta-feira, 14 de novembro de 2012

TRANSA NO ESTÁBULO COM A ADMINISTRADORA



AUTOR - DINHO

Terça-feira, véspera de feriado, sou designado para fazer vistoria em uma lavoura do qual a empresa que eu trabalho esta negociando. Quando vejo qual a área ja me da um arrepio na espinha, pois pelas informações preliminares, a administradora propriedade, dona Samanta, que estará acompanhando a vistoria, tem fama de arrogante e prepotente.

Por volta de 11hs, pego o veículo da empresa e vou em direção à fazenda. Percorro alguns quilómetros e entro em uma estrada de chão... à medida que vou avançado, a paisagem vai mudando, com muitas árvores  algumas serras e um rio cortando ao fundo. Avisto de longe a propriedade e me dirijo a entrada da mesma, cortada por grandes pés de eucaliptos, indo ate a casa da sede, onde já vejo uma mulher parada na porta .
Desço do carro e observo aquela mulher, uma morena relativamente alta, com os cabelos pretos presos, uma calça jeans colada ao corpo, delineando umas coxas grossas e mostrando uma bunda empinada e redonda e uma camisa de botão branca , deixando o inícios de seus peitos a mostra, com óculos vermelho e botas pretas de tamanho relativamente grandes, a vista.
Samanta:
-Bom dia, você é o Paulo?
Paulo:
- Sim, você e a Samanta?
Ela cumprimenta secamente
Samanta:
- Bom, Paulo, gostaria de adiantar o serviço e já fiz o relatório que vai precisar.
Paulo:
-Samanta, antes de ler o seu relatório gostaria de conhecer a fazenda, pode me mostrar a propriedade?
Ela me olhou e deu um meio sorriso, dizendo:
 -É lógico1
Ela entrou no carro e indica o caminho a ser seguido para iniciarmos o trabalho. O seu perfume é gostoso... procuro puxar conversa, olhando disfarçadamente para as suas pernas, mas suas respostas são monossilábicas, sem dar brechas para continuarmos o assunto. Elogio os cuidados na fazenda, à medida que vamos andando, pois tem muito a fazer ainda.
Paulo:
- Samanta, sei que é uma pessoa ocupada, se me permite te chamar assim, mas hoje você vai ter que ter um pouco de calma, pois ficará à minha disposição durante essa vistoria. Ela ficou sem reação.
Chegamos na parte mais distante da fazenda, descemos do carro e vejo aquela bunda desfilar na minha frente, estou tão perdido em meus pensamento que começo a ficar excitado,. Quando ela se vira bruscamente olha pra mim e o prendedor do cabelo dela se solta , eu pego e falo que ela ficava mais bonita de cabelo solto ( na minha cabeça pensei: ela vai me matar ) mas para minha surpresa ela disse obrigado deixando os cabelos soltos.
Andamos mais um pouco e ela me pega com os olhos colados na sua bunda e alisando meu cacete sob a calça. Me olha com olha desaprovador, fecha a cara e amarra o cabelo e resmunga:
-Todos iguais .disse ela ..
Finalizamos o trabalho naquela parte e quando entramos no carro ela não fala nada. Peço desculpas pela minha atitude e ela diz que homens são todos iguais, nenhum valem nada e que só pensam em sexo e que ela já estava acostumada com aquilo, voltando a ficar com a cara amarrada. Definitivamente, aquela mulher estava mexendo comigo, não sei se pelo seu cheiro, pelo seu jeito duro, mas tinha que ter aquela mulher. Páro o carro e ela com ar interrogatório me pergunta porque paramos, reforço o pedido de desculpas e convido ela pra jantar comigo na vila próxima a fazenda. Com ar de raiva, disse que tudo bem, pedindo em seguida que a deixasse na casa principal da fazenda, onde me cederia o quarto em que eu iria ficar hospedado. Chegamos,ela me entregou e fui tomar um banho e só pensava naquela mulher, ela mexia comigo, fiquei super excitado debaixo daquela água quente que caía no meu corpo, saí e vesti uma calça jeans, blusa pólo amarela e sapato e fui para o único restaurante existente na vila, encontrar com ela. Lugar pequeno e aconchegante, sentei-me na mesa separada do lado de fora e fiquei curtindo aquela noite quente linda, com ar da roça. Fiquei pensando e quando virei e olhei, ela vinha em minha direção... linda , com vestido bege até os joelhos, deixando as curvas do seu corpo mais amostra, linda, de cabelos soltos, eu me levantei e fiquei parado olhando pra ela, ela chegou com cara séria e disse:
 -Uai preferiu sentar aqui fora?
Eu disse:
-Sim, Samanta, lá dentro esta muito quente. Tem algum problema?
Samanta:
-Lógico que não... você bebe?
O rapaz do restaurante chegou e perguntou a ela se era o de sempre, ela disse sim... pouco depois ele chega com uma garrafa de cerveja hiper gelada e dois copos. Fiquei surpreso.

Comecei a rir ... bebemos a noite toda conversamos muito ela disse que não era uma pessoa má como as pessoas diziam, era apenas na dela e devido ao trabalho, por ser mulher, tinha que pegar mais pesado, porém as pessoas não sabiam aceitar seu jeito. Eu sorri e disse:
-Você é linda, Samanta!
Ela ficou olhando e disse:
-Nossa, já é tarde... já são 23:45 horas e temos que levantar cedo amanha, Paulo,  pois temos muito pra ver ainda. Respondi a ela que estava à sua disposição e sorriu, levantamos e fomos andando pois a vila não ficava longe da sede da fazenda. Fomos aproveitando, pois a noite estava linda. Samanta sorria muito.
Eu já não pensava mais com a razão, segurei seus cabelos e tentei beijar a sua boca.

Ela resiste, tenta me empurrar, e grita dizendo que ta pra nascer homem que a forçará a alguma coisa. Definitivamente, quero essa mulher... ainda segurando suas mãos, tento novo beijo, que não consigo. Passo a mão pela sua cintura e falo:
-Samanta, vc esta me deixando louco, me desculpe.
 Fico olhando pra ela que sinto que não esta tão resistente e começo a atacar novamente , beijo seu pescoço e percebo o bico dos seus peitos darem sinal de vida e ficarem intumescidos, continuei beijando e lambendo seu pescoço e ela começa a resistir menos, gemendo bem baixinho. Depois se solta e sai correndo, entrando perto do estábulo e eu a alcanço. Ela parecia uma onça, falando.
-Você está confundindo as coisas, a bebida subiu pra sua cabeça.
Eu volto a segurar pela cintura e puxando os cabelo dela...  ela olha com olhar de quem queria e desço a mão pelo seu pescoço, cheirando e vi a ponta do seu sutiã claro, com alguns detalhes. Passo a mãos em seus peitos e aperto com força, arrancando o gemido daquela mulher . Puxo um de seus peitos pra fora do sutiã e chupo com gosto aquele peito gostoso, sinto todas as suas resistências indo embora.
E ela começou a passar a mão pelo meu pescoço e eu começo a descer abrindo suas pernas, utilizando um pouco de força pois ainda ela estava se segurando e tentando evitar, e sinto a protuberância de uma buceta estufada, lisa ..não resisto e passo a mão nela, em movimentos lentos e fortes... aquela fêmea geme gostoso.. seguro ela pelos cabelos e levo pra dentro do estábulo e de um jeito meio selvagem, arranco seu vestido deixando ela somente de calcinha deitada em cima daquelas palhas, não acreditava naquela cena.
Ela ainda me olha com olhar desafiador, de quem acha que não serei capaz de fazer o que ela imagina. Começo a passar a língua pelo corpo dela todo, com aquele cheio que estava me deixando louco e tirei meu pau pra fora da calça. Ponho ela de joelhos na minha frente... ela resiste em chupar meu pau... bato com ele na sua cara, uma, duas, tres vezes...

vejo o brilho de tesão nos seus olhos...esfrego ele na sua boca que lentamente se abre e começa a agasalhar aquela toda dura dentro da boca. Ela vai lambendo aos poucos, mas de repente, com uma fome inigualável, engole meu pau e vai chupando ele todo, deixando ele todo babado... que boca deliciosa... ainda segurando pelos seus cabelos começo a fuder sua boca... não resisto e começo a gozar dentro dela em jatos, fazendo com que ela engasgue e tente tirar meu pau.. não deixo isso acontecer e continuo segurando-a pelos cabelos, ate terminar de gozar e mando que ela engula tudo... coisa que não consegue, pois uma parte de minha porra escorre pelos seu queixo, pelos seus peitos...ela passa a mao nos peitos sujo de porra e passa na boca.
Sem perder o momento, levanto ela e a coloco de quatro sob o monte e palha... a bunda era como imaginei, realçada por uma tanguinha fio dental, da mesma cor e modelo do sutiã. Puxo sua calcinha de lado e vejo uma buceta  lisinha, já denunciando seu tesão, pois o fundo da calcinha estava úmido.

Não perco tempo, meto a boca naquela delícia... chupo gostoso... a mulher se transforma...começa a falar.
-Seu safado, conseguiu o que queria desde da primeira vez que me viu, né? Seu puto safado.. ai me fode toda...
Começa a gemer alto... passeio com minha língua dentro de sua buceta e com os dedos, abro ela, brincando com seu grelinho... ela puxa os meus cabelos com duas maos , e eu com a outra mão aperto seus peitos e sinto ela tremer e gozar pela primeira vez.. como puta deliciosa..dizendo para eu não parar... delicia... continuo chupando... agora passo a língua perto de seu cu e ela fica toda arrepiada... volto a brincar com sua buceta e coloco um dedo dentro do seu cu... a mulher pira... começa a rebolar e segura minha cabeça entre suas pernas, até gozar de novo. Ela deixa o corpo cair no feno...
Meu pau nesse momento já dava sinais de vida de novo... puxo seu corpo um pouco mais para perto do meu e começo a passar a cabeça dele na entrada de sua buceta... ela levanta um pouco seu rosto e olhando pra mim, com uma voz meio rouca, me pede pra fuder sua buceta sem dó, pra arrombar gostoso... fico torturando aquela mulher, antes seca e agora pedindo pica e empurro meu pau dentro de sua buceta de uma vez... indo ate o fundo... ela dá um grito... deixo ele parado um pouco e começo a me movimentar lentamente... como estou de pé entre suas pernas, tenho uma visão perfeita de meu cacete entrando em sua buceta...

 vou mexendo sempre... tirando e colocando tudo... pego em sua mão e coloco na sua buceta, pra ela se tocar... ela vai se tocando, com os olhos semi fechados e a medida que aumento o ritmo ela vai se tocando e goza novamente...Não dou trégua pra ela e continuo metendo em sua buceta....Viro seu corpo sobre o feno e tenho a visão linda daquela bunda... Arrebito sua bunda e dou linguadas no seu cú, deixando ele molhadinho... coloco um dedo e ela geme... deixo meu dedo dentro e coloco meu pau na sua buceta de novo... ela de quatro geme e rebola gostoso....seguro pela suas ancas e meto fundo, sem dó, ela urra de prazer...resolvo das tapas na sua bunda...desperto de vez a puta adormecida dentro dela...ela começa da gemer..a urrar e começar a pedir:
- Mete, amor...mete na sua puta....acaba com minha buceta... arromba ela.... quero seu pau... quero sua vara......
Aproveito seu estado de êxtase e coloco agora dois dedos no seu cu...ela pede para eu meter meu pau no seu cú...que ela é minha puta... E que a puta quer rola no cú...

Tiro meu pau melado de sua boceta e esfrego na portinha do seu cú....ela implora pra eu meter logo....seguro firme meu pau na entrada de seu cú e ela faz um movimento pra traz, tragando metade do meu caralho no seu rabo....
Começo a pôr e a tirar e quando percebo estou todo dentro do seu cú....dou continuidade aos movimentos e sinto ela gosar sucessivamente...não sei mais quanto tempo vou aguentar aquele cu delicioso....sinto ele piscar no meu pau....aviso que vou gozar...
Ele pede pra eu gozar na cara dela.....tiro meu pau, viro ela de frente e gozo muito..gozo gostoso...seu rosto fica todo lambuzado...ela pega meu pau e mete ele na boca....fazendo uma limpeza geral....esparrama todo a porra no seu corpo e diz que sempre vai querer mais e que a noite esta somente começando....

terça-feira, 13 de novembro de 2012

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

COMO DAR PRAZER A UMA MULHER - DICAS PARA INICIANTES


Recebi este texto por email, tentei descobrir quem é o autor, mas foi-me dito que é  um conjunto de textos reunidos, já postados em vários locais pela net. Achei bastante interessante e educativo. Espero que gostem

Presta bem atenção! Vou tentar ser mais didática e não falar muita besteira, para você levar a sério.
O mais importante, em se tratando de sexo, em relação à mulher, é prepará-la. É muito difícil encontrar uma mulher que, de cara, você possa jogar na cama e em 10 minutos já estar transando com ela e ela estar gostando disso tanto quanto você, principalmente, se essa for a primeira vez que vão para cama.
Você terá primeiro que provocá-la, excitá-la. E isso começa no rala e rola, quando vocês ainda estão vestidos.

 Abrace-a, puxe-a para bem perto de você, cole seu corpo no dela, suba as mãos pelas sua costas até a nuca, beije seu pescoço (sem deixar marcas), beije sua orelha suavemente deixando-a ouvir sua respiração (respire normalmente, nada artificial) mas beije só o lóbulo e somente com os lábios, muitas mulheres, por incrível que pareça, não gostam disso, principalmente se enfiarem a língua dentro da orelha dela. Mas se ela gostar...
Comece a explorar seu corpo vagarosamente mas com firmeza (isso não significa força e sim com vontade). Comece a provocá-la, desça a mão por suas costas e toque suas nádegas e pernas, suba e passe por entre seus seios beijando-a ou simplesmente olhando para ela, passe a mão por entre suas coxas, enfim vá passeando por todo corpo durante algum tempo procurando não só provocá-la, mas também sentir e conhecer seu corpo, suas curvas, a textura da sua pele, tudo sem tocar nas zonas erógenas, ... ainda. Isso é como um jogo, não se deve baixar as melhores cartas logo.
Conforme ela for cedendo, vá contornando seus seios até chegar nos mamilos, se ela ainda estiver com roupa, vire a mão e passe suavemente as costas dos dedos entreabertos ou as unhas, mas tem que ser com os quatro dedos para dar aquela trepidação, que é deliciosa, prenda o mamilo entre seus dedos e aperte suavemente. Só passe a unha (coçando) se ela estiver de sutiã ou blusa, se não, nem pensar.

Brinque assim por algum tempo, sempre com carinho e sem pressa, a menos que ela também esteja em ponto de bala, o que, volto a dizer, acontece raramente. (Detalhe: isso não quer dizer que a mulher nunca tem urgência, mas pense bem, se você já pegou uma mulher em ponto de bala, antes mesmo de tirarem a roupa, é porque há muito já vinha criando uma tensão, mesmo que não intencional, ou seja, de um modo ou de outro, excitando-a e provocando-a, e isso às vezes surte efeito em nós assim como em vocês).
Continuando... se a posição em que você estiver o  permitir, toque os dois seios ao mesmo tempo, não tem problema se não der, não precisa fazer contorcionismo ou equlibrismo, então desça dos seios "ground" por sua barriga e quadril e passe a mão na parte interna da coxa, sempre suavemente. Se ainda não estiverem deitados essa é uma boa hora, pois se ela estiver nervosa suas pernas vão começar a tremer (Aí, garanhão!). Comece a fazer movimentos circulares e vá se aproximando vagarosa e perigosamente da virilha, esse suspense mata. Quando ela já estiver bem ansiosa, beije-a com carinho e meta a mão por entre suas pernas fazendo uma leve pressão (se ela ainda estiver de roupa).

Continue, beijando-a, beijando seu corpo, deixe-a fazer o que quiser, se ainda estiverem vestidos comece a tirar a roupa dela e se ela não tirar a sua tire você mesmo, pois é um pouco desagradável ficar só ela nua e você todo vestido. Vá sempre devagar, beijando-a, ... não pare tudo e tire toda sua roupa, que além de interromper algo que estava muito bom, se ela for tímida, vai ficar constrangida.
A maioria das mulheres são tímidas, no que diz respeito a seus corpos. Mesmo que você tenha a mulher a mais maravilhosa do mundo na cama com você, ela irá se preocupar com o que você acha do corpo dela. Diga-lhe que é bonito, diga-lhe que partes você gosta mais (de verdade), mesmo enquanto ainda estiverem tirando as roupas.
Toque-a agora, nua, você pode seguir o mesmo "roteiro" que fez com roupa, só que desta vez, com ela nua, você vai ter o prazer de sentir toda extensão de sua pele e curvas, na íntegra, sem nada entre sua pele e a dela. Toque-a sempre com o mesmo objetivo, provocá-la, só não se esqueça de não usar as unhas nos mamilos, use os dedos, ou ainda, a palma da mão esticada (fazendo movimentos circulares), os lábios, a língua. Continue passeando pelo seu corpo. Quando for acariciando sua coxa, faça o jogo de aproximação perigosa, não deslize a mão diretamente para entre suas pernas, vá devagar, indo e voltando um pouquinho, chegando cada vez mais perto, voltando, chegando mais perto ainda, voltando, em movimentos circulares, até chegar lá.

Chegando lá - o lá, é lá mesmo... na fenda, pois o lado de fora dos grandes lábios e a púbis (triângulo) ainda fazem parte do percurso e da aproximação perigosa - bom, chegando lá, o primeiro lugar que irá tocar é a entrada da vagina, por um simples motivo, você tem que verificar se ela está molhada, você não pode tocá-la se estiver seca. A maioria das mulheres quando excitadas, produzem um suco que serve para lubrificar a área genital por outro simples motivo, para não haver atrito, pois é desagradável. Essa região é muito sensível ao toque e para que ele ocorra sem atritos, a vagina libera um líquido que lubrifica a região, tornando o toque escorregadio. OBS.: Mas se ela não estiver molhada, não significa que ela não está excitada. Algumas mulheres produzem pouco suco, você pode então lamber os dedos e usar sua saliva para tornar o toque escorregadio, ou usar produtos como o KY (lubrificante à base de água). Quanto a saber se ela está excitada ou não, há outros indícios, como mamilos endurecidos, respiração rápida/ofegante, vermelhidão no rosto, torso .. mas se quiser ter certeza, basta olhar nos olhos dela e ter um mínimo de sensibilidade, nenhuma mulher consegue fingir, se encarada de frente. Continuando... é muito importante que seus dedos estejam lubrificados ao tocar a área, portanto, trate de lambê-los ou umedecê-los com o suco que sai da entrada da vagina, ou ainda usar o KY, pois a sensação de atrito é ruim e irritante. E por essa mesma razão, sempre que você tocar uma mulher deve começar a fazê-lo suavemente e esteja certo, por todos os meios, de que seus dedos estarão umedecidos, antes de você tocar em seu clitóris, porque dele não sai líquido algum e é extremamente sensível, mais que a cabeça de seu pênis.

 Toque-a carinhosa, suave e vagarosamente, não faça movimentos rápidos a menos que ela lhe peça por palavras ou te conduzindo. Seu objetivo é chegar ao sexo oral e você já está quase lá.
Como já disse a maioria das mulheres são tímidas sobre seus corpos, mais ainda no que diz respeito ao seu órgão genital, portanto, diga-lhe que é bonito, elogie mas não exagere ou comece a declamar, diga coisas simples como parecer uma flor ou mais abstratas tipo o quanto é suave, etc, diga-lhe qualquer coisa, mas faça ela confiar em você o bastante para deixá-lo descer até entre suas pernas. Agora pare, e olhe o que você vê. Bonito, não é?
A "área" se chama vulva - composta de grandes lábios (pele normal com pêlos) pequenos lábios (pele rosada ou vermelha como a cabeça do seu pênis, alguns são multicolor, roxinhos com a beirada acizentada, outros mais compridinhos e têm até babadinhos), entrada da vagina (sem comentários) acima dela o orifício urinário e acima dele, acima da junção dos pequenos lábios está ... a pérola, ... o clitóris ou pelo menos a terminação dele (procure num livro de biologia ou na Internet)
Não há nada que faça uma mulher mais única e original do que sua genitália.

 Você nunca irá encontrar uma igual a outra. Vêm em todos os tamanhos, cores e formas diferentes; algumas são dobradas para dentro como de bebês e outras têm lascivos lábios grossos que aparecem para cumprimentá-lo. Algumas estão aninhados em uma escova de pêlos, outras são cobertas com uma pequena camada de pêlos claros, quase transparente, e outras, depiladas em parte ou em todo mostrando a pele. Aprecie as qualidades originais da sua mulher e diga-lhe o que a faz especial. As mulheres são bem mais verbais e auditivas (gostam de falar e ouvir) do que os homens, especialmente durante o sexo. Respondem também mais ao amor verbal que os homens, o que significa que quanto mais você falar com ela, mais fácil será conquistá-la. Assim, enquanto a estiver tocando fale com ela, converse com ela sobre o que lhe agrada mais, afinal de contas você estará testando para saber do que ela gosta.
Agora olhe outra vez. Separe delicadamente (com o polegar) os grandes lábios e olhe seus pequenos lábios (lábios internos). Olhe para eles e siga o olhar para cima até que você possa encontrar a junção deles, logo acima dessa junção estará o clitóris, o ponto sexual mais sensível do corpo de uma mulher.

As mulheres têm clitóris de todos os tamanhos diferentes, possíveis e imagináveis, assim como vocês têm pênis de tamanhos e formas diferentes. Mas isso não significa nada em relação à capacidade de ter orgasmos. Tudo que significa, é que o dela é mais escondido debaixo da pele. E isso não é sem razão, o clitóris tem o mesmo número de terminações nervosas da cabeça do pênis, tudo concentrado nesse ponto que às vezes tem o tamanho de uma pérola, se não houvesse uma pele por cima protegendo-o o toque teria de ser extremamente cuidadoso ou causaria dor.
Prepare-se então para começar a mais memorável carícia que uma mulher pode receber, o sexo oral. A melhor posição é ela deitada de costas (barriga para cima) e você entre as pernas dela. Dessa forma você tem visão total do corpo dela, do rosto, e fica com as mãos e braços livres para acariciar suas coxas, nádegas, barriga e seios, e até mesmo para dar a mão para ela, se ela ficar muito nervosa.
Existem quatro coisas que você não pode esquecer:
1 - Mantenha sua língua sempre umedecida para ela deslizar e não entrar em atrito.
2- Mantenha sua língua mais relaxada, maleável, não a endureça, ela terá que se moldar às formas da sua mulher. Se quiser fazer ponta (na língua) estique-a (colocando para fora) não a endureça.
3- Cuidado com os dentes
 4- Cuidado com a barba. Se estiver aquela barba por fazer, então faça, pois imagine essa lixa na cabeça do seu pênis, pois é, as mulheres são mais sensíveis ainda.

Mas, você ainda não vai tocar em seu clitóris, ... ainda. Você tem que trabalhar até chegar a ele. Faça a mesma aproximação lenta e torturante que fez com as mãos . Mulheres, mais do que homens, AMAM essa tortura do quase toque. Ameaçar tocar e voltar, afastando um pouquinho. Faça-a passar momentos de suspense em dois pontos, primeiro passeando perigosamente pela coxa, antes de chegar na área genital (fase pela qual já passamos com as mão e refaremos com a boca) e o segundo ponto, já dentro da área genital, passeando perigosamente pela vulva, antes de chegar ao clitóris. No primeiro, beije sua virilha, sua coxa interna, sua barriga, seu umbigo, vá rondando e se aproximando perigosamente da vulva e volte um pouquinho, ... até finalmente tocar a área genital.
Nota importante: Novamente o lance da aproximação perigosa, e do quase toque. Isso é muito importante pois nos faz antecipar o que será quando você chegar lá, gerando uma certa urgência do toque, que finalmente deixa a mulher em ponto de bala. Quando eu digo se aproxime e volte não é para voltar para longe da área, pois ao invés de criar suspense, gerará frustração. Exemplo: Comece a beijar sua coxa, passe pela virilha e quase toque os grandes lábios, aí volte, ... mas não para a coxa (muito longe) e sim para a virilha. Entendeu?

Ao chegar na área genital, passe a língua longa e lentamente por toda sua extensão começando pela base da vagina, mas por cima, sem enfiar a língua por dentro, e inicie o segundo momento de suspense. Vá então, lambendo toda área, beije, faça  círculos com a língua, oitos com a ponta de sua língua, mas sempre com suavidade. Meta a cara entre suas pernas e vá lambendo sem fazer pressão forte, para deixá-la louca de vontade de sentir sua língua direto lá. Faça-a antecipá-lo. Faça saber que ao final daquele movimento você vai chegar lá, pois até agora você ainda está só por cima da vulva.
Depois que você a colocar num ponto em que vai estar se mexendo e se esticando para ter sua língua um pouco mais perto de onde ela quer (dentro dos grandes lábios) satisfaça esse primeiro desejo, coloque a boca, ou melhor, os lábios bem no topo da fenda, na parte de cima da área genital, e meta a língua por entre essa fenda abrindo-a delicadamente. Beije-a, delicadamente. Agora use sua língua para separar seus os grandes lábios(se já não estiverem abertos, claro), que se grudam aos pequenos lábios e fecham ao incharem pela excitação, e depois os pequenos lábios (idem/idem), movimente sua língua para cima e para baixo entre as camadas. A parte interna dos lábios é bem macia, você vai gostar.

 Procure não tocar o clitóris ainda, chegue perigosamente perto dele, e aí flutue, afastando-se. Fique passando a língua, sempre umedecida, pela fenda entre os grandes e os pequenos lábios, mas sem tocar o clitóris diretamente. Se ela ainda estiver com as pernas semi abertas, dobre-as e abra-as delicadamente com suas mãos, sem parar. Tudo que você faz com uma mulher que você está a ponto de comer, deve ser feito delicadamente. Então, comece a lamber a entrada da vagina, penetre um pouquinho a vagina com sua língua, mesmo que ela seja virgem, sua língua pode passear pela entrada. Isto é divino e vai deixá-la louca, porque agora ela vai querer desesperadamente que você dê alguma atenção a seu clitóris. Só para fazê-la quase implorar, passe a ponta de sua língua pelos lados do clitóris (se não puder localizá-lo, trace um faixa imaginária de 1 cm bem no meio e passeie pela sua beirada, assim não atingirá o clitóris, só a área lateral).
Preste atenção. Assim como seu pênis, toda a área genital aumenta de volume e assim como o pênis, o clitóris fica rígido e salta um pouco para fora, junto com a pele que o cobre. Se conseguir visualizá-lo, passe a língua para sentí-lo. Mas, mesmo se você não puder vê-lo, ele estará lá esperando por você, você irá sentí-lo debaixo da pele ao lamber. Ele será o ponto entumecido, endurecido, logo acima de onde o pequeno lábio direito se encontra com o pequeno lábio esquerdo. Mas se mesmo assim você não puder sentir essa pérola minúscula, você pode lamber a pele que fica nesse lugar, que o estará atingindo.

Comece então a beijar diretamente o clitóris, o primeiro toque deve ser suave e delicado quase não o tocando (cuidado com os dentes), depois comece a lambê-lo lentamente e ao localizá-lo efetivamente, dedique-se a ele, vá lambendo-o devagar usando a cada vez um pouco mais de força e pressão. Afaste delicadamente as bordas dos grandes lábios, expondo ainda mais o clitóris e aumente em muito pouco a velocidade, friccionando sua língua de encontro a ele, coberto ou não. Comece então a dar mais rapidez e pressão ao seus movimentos, mas observe-a, muitas mulheres só gostam do movimento rápido quando estão prestes a gozar, e ainda há as que preferem sempre devagar ou sempre rápido. A grande excitação que sente, deve fazer com que com que ela instintivamente feche as pernas. Segure-as, pois a um certo ponto, ela vai começar a se mexer, anunciado a aproximação de seu orgasmo - a maioria das mulheres jogam o quadril para frente e para cima quando estão gozando - quando você sentir que ela está prestes a gozar, faça um O com seus lábios e coloque o clitóris em sua boca (cuidado com os dentes) e comece a chupar levemente passando a língua. Comece sugar delicadamente e prestar atenção ao rosto dela para ver sua reação. Se ela puder aguentar, vá vagarosamente aumentando a pressão chupando mais forte e movimentando mais rápido a língua. Se a ela tentar fugir sugue mais forte ainda, obviamente guardadas as devidas proporções, não vire um desentupidor de pia.

Ao ter um orgasmo, a vagina da mulher se contrai involuntariamente, numa reação a ele, assim como você ejacula. O único meio de fazer uma comparação que você possa realizar é a do esfíncter anal, sim, contraia seu ânus, como se fosse fechá-lo, é mais ou menos assim, a diferença é que ao contrair o seu ânus só o esfíncter é contraído, 1 segundo após o orgasmo a vagina inteira sofre uma série de contrações involuntárias, com intervalos de menos de 1 segundo inicialmente, e isso posso lhe garantir que é impossível fazer voluntariamente, não com essa rapidez, portanto, fingir orgasmo, só para quem não tem esse conhecimento. Outra reação ao orgasmo, é o aumento do líquido que lubrifica a vagina, mas às vezes esse aumento não é substancial.
Quando ela estiver gozando, vá com ela. Se ela levantar o quadril no ar com a tensão de seu orgasmo (95% das mulheres fazem isso), mova-se com ela, não a impeça de se movimentar, acompanhe o movimento. Mantenha sua boca quente em seu clitóris. Não a deixe ir. Se ela começar a gemer e gritar: ' Não pare! ' Há uma razão para isso, é que a maioria dos homens, para logo depois que a mulher tem o primeiro orgasmo e algumas mulheres podem ter 2, 3, 4, ... orgasmos, seguidos ou com alguns segundos ou minutos de intervalo.
Depois disso meu amigo, ela está em suas mãos. Muitas mulheres tem apenas 1, mas forte, orgasmo. Se esse for o caso da sua, deixe-a descansar por alguns minutos e então recomece a tocá-la. Mas, eu acredito que toda mulher é capaz de ter vários orgasmos e que, em um deles, você pode ter a satisfação de a estar penetrando e sentir suas contrações vaginais por toda extensão de seu pênis.

Há uma outra coisa que você pode fazer para intensificar o prazer dela, mas sempre verificando se isso a agrada. Você pode penetrar sua vagina com o dedo, antes, durante ou em seguida ao orgasmo. Recomendo em seguida ao primeiro, que é algo para provocar o segundo. Pois, além das zonas erógenas que cercam seu clitóris, a mulher tem uma outra área extremamente sensível no teto ao meio de seu canal vaginal (ela deitada de barriga para cima). Este é o ponto que você fricciona quando está transando. Também conhecido como Ponto G.
Quantos dedos? Comece com 1. Mas ficar só 1 é muito estreito, e três já fica largo e não pode consequentemente penetrar o bastante. Portanto siga a lei do 1 é pouco, 2 é bom e 3 é demais, e fique com dois dedos.
Certifique-se que estão molhados. Deslize-os para dentro, lentamente no início, massageando o "teto" da vagina, em micro círculos, até penetrar todo o(s) dedo(s) e então vá e volte assim, em pequenos movimentos circulares, ficando um pouco mais rápido depois. Sempre com movimentos rítmicos, não esqueça que você ainda está fazendo o oral. Aumente a velocidade somente quando ela pedir o que poderá ser por palavras, ou gemidos. Escute sua respiração. Ela o dirá o que fazer.

Se você estiver sugando seu clitóris e penetrando com os dedos ao mesmo tempo, você está dando-lhe muito mais estimulação do que estaria dando com seu pênis sozinho. Imagine se ainda der para tocar seus seios (Ai, ai ...). Você pode ter certeza de que ela estará nas nuvens. Se houver alguma dúvida, verifique os sintomas. Cada mulher é única. Você pode ter uma, cujos mamilos ficam duros quando está excitada, ou somente quando está tendo um orgasmo. Sua mulher pode ficar vermelha, rosada ou começar a tremer. Conheça os sintomas pessoais da sua mulher, e você será um amante mais sensível e experiente.
Quando ela começar a ter um outro orgasmo, pelo amor de Deus, não se afaste desse clitóris. Mantenha-se lá, firme e forte enquanto durar, seja lá quantos forem.

 Quando começar a vir o orgasmo, pressione sua língua na parte de baixo do clitóris, deixando seus lábios cobrirem o alto (cuidado com os dentes de novo). Mova sua língua dentro e fora de sua boca, até onde alcançar, sem deixar de tocar o clitóris. Se seus dedos estiverem dentro, mova-os também, mas delicadamente, as coisas estão extremamente sensíveis agora. Se você jogar as cartas certas, você conseguirá alguns orgasmos múltiplos. Mulheres podem permanecer excitadas por mais uma hora depois de terem um orgasmo.
E aí é festa, depois que ela gozar 1 ou + vezes, então será sua vez, ela está entregue, faça o que quiser. Só uma coisinha, o objetivo aqui é o sexo oral, principalmente fazê-la gozar muito e de quebra se apaixonar por você. Alguma mulheres ficam exaustas, principalmente se tiverem uma série de orgasmos seguidos, por isso se você não esteve dentro em algum deles, você terá que esperar uma próxima sessão, que pode ser extra (Uau!). Mas, se ficar para outro dia, não fique triste que isso conta pontos e na próxima você já saberá quando participar.

O último conselho que eu tenho para você é: Depois que você a fez gozar até não aguentar, coloque-a em seus braços e lhe dê a melhor acolhida possível, não a deixe sozinha neste momento. Converse com ela, afague seus cabelos, abrace seu corpo, faça carícias suaves em seus seios. Mantenha-a aninhada em seus braços e corpo, calmamente, até ela relaxar por completo.
Um homem, ao terminar, pode simplesmente ir dormir na mesma hora sem sentir nenhum remorso e nenhum sentido de perda. Mas uma mulher por natureza, requer alguma sensibilidade de seu amante naqueles primeiros poucos minutos após o sexo.
O sexo oral pode ser a experiência mais emocionante e excitante que você pode proporcionar. Será o que você quiser que seja. Tome seu tempo, pratique freqüentemente, preste atenção aos sinais de sua amante, e sobretudo, aprecie.
Boa transa!


sábado, 3 de novembro de 2012

DIFERENÇAS ENTRE A MULHER E A AMANTE...

A realidade nem sempre é assim, mas não deixa de ser engraçado ver as diferenças...

A ESPOSA...

video

A AMANTE....

video

A ESPOSA...

video

A AMANTE....

video